quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

DEGUSTAÇÂO É O OPOSTO DE OBRIGAÇÃO

Podemos degustar: UM VINHO, UM LIVRO, UM FILME, UMA CHARGE, UMA CARICATURA, UM DESENHO, UMA ATIVIDADE PROFISSIONAL PRAZEROSA, UMA PEÇA DE TEATRO, UM CONCERTO MUSICAL, UM SHOW,UMA FLOR, UMA PAISAGEM.

Já a palavra obrigação lembra algo feito de maneira forçada,sem vontade,sem motivação. Quando criança, eu estranhava quando as pessoas diziam obrigado por qualquer motivo.Então agradeciam por algo porque eram forçadas a isso, eu pensava.
E perguntava ao meu pai se não seria mais lógico dizer: Muito agradecido. Ele me explicou que todas as línguas possuem palavras que não obedecem necessariamente a uma lógica, mas a um hábito e também a uma história, tem muito de cultural. Mas ainda assim eu não me conformava.
Eu me lembro uma vez em que fomos visitar uns amigos do meu pai, já com uma certa idade, e na entrada foram dizendo nome e completando: -Paulo, seu criado. E a mulher dele: -Maria, sua criada. Meus criados?
Aí é que eu não entendi mais nada. Eu não possuía criados nem gostaria de ter um. Só pode ter a ver com a escravatura. Mas hoje, pensando de novo sobre isso, concluo que havia um componente hipócrita nesse comportamento, uma falsa modéstia que faz muito mal às relações em qualquer época.

Um comentário:

  1. EU QUERIA SER COMO CRIANÇA. QUERIA VIVER APENAS DE SENSAÇÕES.

    ResponderExcluir